Arquivo para a categoria ‘Bate-papo’

Bate-papo com Wagner Costa

O escritor Wagner Costa, autor do livro “Quando meu pai perdeu o emprego”, estará na escola para um bate-papo com os alunos da 6ª EF.

O encontro será nos dias 25 e 26 de maio, na Biblioteca Infantil. Wagner receberá as turmas conforme cronograma abaixo:

  • 25/05 — 10h20min – 12h — turmas: 61, 62 e 63,
  • 26/06 — 13h30min – 15h — turmas: 64 e 65.


Bate-papo com Christina Dias

A autora Christina Dias  esteve na manhã do dia 02 de setembro na escola para um bate-papo com os alunos da turma 11 no Projeto Autor na Escola, numa cortesia da Orvil distribuidora.

A autora:

Christina Dias nasceu em Porto Alegre em 1966. É autora de “O Quadro da Andréa”, indicado ao prêmio Açorianos de Literatura, “Menina Luz”, prêmio O Sul, Nacional e os Livros, “O galinheiro do Bartolomeu”, Prêmio Açorianos de Literatura de 2006, “Iberê menino” e “O armário do João-de-barro”, também indicado ao Prêmio Açorianos de Literatura de 2007.

Para saber mais:

http://www.christinadias.com.br/

Bate-papo com Ricardo Azevedo

O autor Ricardo Azevedo fará um bate-papo com os alunos da 4ª série no dia 31 de maio (segunda-feira).

O encontro será na Biblioteca infantil nos seguintes horários:

10h20min – T: 41

11h10min – T: 42

13h30min – T: 43 e 44

14h20min – T: 45

Os alunos irão trabalhar a obra: No meio da noite escura tem um pé de maravilha, da Editora Ática.

Este belo livro reúne dez contos folclóricos que circulam em nosso país, recontados e ilustrados por Ricardo Azevedo. Como quem conta “causos” ao pé do fogo ou na cozinha de uma casa brasileira, em volta da mesa e tomando café, as histórias são narradas em linguagem coloquial, próxima ao leitor.

O autor:

Ricardo Azevedo, escritor e ilustrador paulista nascido em 1949, é autor de mais cem livros para crianças e jovens, entre eles Um homem no sótão (Ática), Lúcio vira bicho (Cia. das Letras), Aula de carnaval e outros poemas (Ática), A hora do cachorro louco (Ática), Livro dos pontos de vista (Ática), Armazém do Folclore (Ática), Histórias de bobos, bocós, burraldos e paspalhões (Projeto), O livro das palavras (Ed. do Brasil), Trezentos parafusos a menos (Companhia das Letrinhas), O sábio ao contrário (Ed. Brasil), Contos de enganar a morte (Ática), Chega de saudade (Moderna), Contos de espanto e alumbramento (Scipione), O peixe que podia cantar (Edições SM), Ninguém sabe o que é um poema (Ática) e Feito bala perdida e outros poemas (Ática). Ganhou várias vezes o prêmio Jabuti, o APCA e outros. Tem livros publicados na Alemanha, Portugal, México, França e Holanda. Bacharel em Comunicação Visual pela Faculdade de Artes Plásticas da Fundação Armando Álvares Penteado e doutor em Teoria Literária pela Universidade de São Paulo. Pesquisador na área de cultura popular. Professor convidado em cursos de especialização em Arte-Educação e Literatura. Tem dado palestras e escrito artigos, publicados em livros e revistas, abordando problemas do uso da literatura de ficção na escola.

Fonte: http://www.ricardoazevedo.com.br/biografia.htm

Ricardo Azevedo esteve na escola em 2002, para um bate-papo com as 4ª séries daquele ano.

A foto abaixo foi tirada durante o encontro.

Bate-papo com Ana Luíza Azevedo

Ana Luíza Azevedo é a Diretora do filme Antes que o mundo acabe, baseado na obra homônima de Marcelo Carneiro da Cunha, e no dia 02 de junho (quarta-feira) estará na escola para um bate-papo com os alunos da 7ª EF.

A obra foi trabalhada no início do 1º Trimestre pelos alunos desta série.

Os encontros acontecerão no Salão de Atos nos seguintes horários:

10h20min – Turmas 71, 72, 73 e 74

16h20min – Turmas 75 e 76

Pedro Bandeira e as cores de Laurinha

O autor Pedro Bandeira estará presente na Escola no dia 13/04, para um bate-papo com os alunos da 3ª EF. As crianças vêm trabalhando o livro: As cores de Laurinha. Será um momento marcante para os alunos e para toda a Escola, já que é a primeira vez que este renomado autor visita o Colégio.

Quando:

13/04 – 15h no miniauditório – Salão 400.

O autor:

Pedro Bandeira (de Luna Filho) nasceu em Santos, SP, em 9 de março de 1942, onde dedicou-se ao teatro amador, até mudar para São Paulo a fim de estudar Ciências Sociais na Universidade de São Paulo (USP). Morando então na capital, casou-se com Lia, com quem teve três filhos: Rodrigo (31) e Marcelo e Maurício (28). Ah! E tem duas netinhas: Melissa e Michele. Além de professor, trabalhou em teatro profissional até 1967 como ator, diretor, cenógrafo e com teatro de bonecos. Mas desde 62, Pedro já trabalhava também na área de jornalismo e publicidade, começando na revista “Última Hora” e depois na editora Abril, onde escreveu para diversas revistas e foi convidado a participar de um coleção de livrinhos infantis. O primeiro livro “O dinossauro que fazia au-au”, voltado para as crianças, fez um grande sucesso. Mas foi com “A Droga da Obediência”, voltado para adolescentes – que ele considera seu público alvo – que ele se consagrou. Até julho do ano passado, o livro estava prestes a atingir a marca de 1 milhão de exemplares vendidos em todo o País. Desde então, a partir de 1983, Pedro Bandeira dedicou-se inteiramente à literatura.

Fonte: http://www.netsaber.com.br/biografias/ver_biografia_c_1456.html

Algumas fotos do encontro:

Luís Dill é mais um Autor na Escola

Dia 03 de dezembro de 2009 a Cia das letras traz até o colégio o autor Luís Dill, que fará um bate-papo com a turma 73, dentro do projeto: Autor na Escola.

Luís Dill tem muitos livros publicados para adolescentes e neste encontro apresentará duas de suas obras: Todos contra Dante e O dia em que Luca não voltou.

Todos contra Dante
(Cia. das Letras, 2008)

Dante é novo na escola. Vem de um bairro mais pobre e gosta de ler A divina comédia, de Dante Alighieri. Logo sua aparência e sua classe social viram combustível para o riso dos colegas. A perseguição se torna sistemática e ganha força no ciberespaço, onde o jovem é ridicularizado e hostilizado. Com linguagem ágil e arquitetura ficcional inovadora, Luís Dill constrói cuidadosa reflexão sobre nossa sociedade atual. E nesse cenário a violência espreita.

O dia em que Luca não voltou

(Cia. das Letras, 2009)

Luca era filho único em uma família de classe média alta, vivia em um condomínio monitorado e não costumava dar trabalho – era bom aluno, craque de bola e o sonho de muitas meninas. Mas um dia Luca não voltou do colégio. Veio até o condomínio na condução de sempre, sumindo sem deixar rastro. O tempo vai passando, as notícias não chegam e a família se despedaça aos poucos. Quem narra essa história de dor e aflição é Everaldo, filho da empregada, com doze anos, um a menos que Luca. Ao final do livro, um apêndice apresenta os dados sobre crianças desaparecidas no Brasil e no mundo, indica os procedimentos a serem tomados – tanto para se evitar que algo aconteça quanto para que a busca seja a mais eficaz possível – e indica sites e números úteis.

Encontro com Luís Dill

Dia: 03 de dezembro de 2009

Local: Biblioteca

Horário: 10h20min

Quem participa: Turma 73

O autor:

Luís Augusto Campello Dill nasceu em Porto Alegre no dia 04 de abril de 1965. Formou-se em Jornalismo pela PUC / RS. Como jornalista já atuou em assessoria de imprensa, em jornal, em rádio, em televisão e em Internet. Atualmente é Produtor Executivo da Rádio FM Cultura na capital gaúcha onde reside. Como escritor estreou em 1990 com a novela policial juvenil “A Caverna dos Diamantes”. Atualmente tem 22 livros publicados, além de participações em coletâneas. Também é colaborador de jornais e de revistas. Já foi finalista de diversos prêmios literários tendo recebido o Açorianos da categoria contos pelo livro Tocata e Fuga (Bertrand Brasil). Na sua atividade de escritor, participa de feiras do livro em todo o Rio Grande do Sul e de variados tipos de encontros com leitores em escolas e universidades.

 Mais  informações: http://www.luisdill.com.br/

Confira algumas fotos do evento:

 

 

Bate-papo com Júlio Emílio Braz

As turmas da 7ª série trabalharam neste último trimestre, na disciplina de Língua Portuguesa, o livro: Olhando para o outro lado.

O autor do livro é Júlio Emílio Braz que esteve visitando a Biblioteca no dia 16 de julho de 2009, e agora volta numa cortesia da Editora Paulus, para um bate-papo sobre esta obra.

Encontro com Júlio Emílio Braz

Dia: 03 de dezembro de 2009

Turno da manhã

Local: miniauditório (Salão 400)

Horário: 11h10min

Quem participa: Turmas: 71, 72 e 73

Turno da tarde

Local: Biblioteca

Horário: 13h30min e 14h20min

Quem participa: Turmas: 75 e 74 respectivamente

Mais informações sobre o autor e sua obra acessem:

https://bibrosario.wordpress.com/2009/08/28/julio-emilio-braz/

http://www.julioemiliobraz.com/

Fotos do encontro: